“Somente o e-BOX reúne os três ‘i’: independente, integral e integrado”

Facility Management & Services

08/01/2020

Revista FM&SA The Mail Company, empresa especializada em consultoria e soluções para transformação digital e logística documental, lança um novo serviço: e-BOX, destinado a gerenciar expedições de comércio eletrônico em empresas e comunidades de escritórios. Mais uma vez, ele faz isso juntando-se ao “físico e ao digital”, como apontado por seu CEO e co-fundador, José Manuel Castellví. O e-BOX é outra solução de TIC em um portfólio que também destaca o GIO-NEOS, gerenciamento centralizado de Notificações Eletrônicas Obrigatórias das Administrações Públicas e DMR, Correio Digital.

O que você está procurando com o e-BOX? A oferta de armários e armários corporativos não estava coberta?

Em absoluto. e-BOX, é a única solução no mercado independente, integral e integrado. Independente e abrangente, pois permite gerenciar qualquer expedição, independentemente de quem seja o vendedor ou transportador. E é integrado porque está dentro de nossa tecnologia exclusiva de mailroom, ou seja, total rastreabilidade e controle, além de todos os procedimentos essenciais para gerenciar efetivamente os diferentes cenários que podem ocorrer.

O restante das ofertas não estão no mercado?

As opções atuais são iniciativas de agências de transporte, como Correos, ou marketplaces, como a Amazon, com seu uso restrito às expedições que transportam ou vendem. Existem outras iniciativas, como a Citibox, limitada às agências de transporte que desejam pagar por seu uso. Todos têm um denominador comum de que seu uso é restrito, para que empresas e comunidades precisem instalar infinitas opções para gerenciar tudo o que recebem…

As empresas tiveram que aceitar que seus funcionários recebam compras particulares em seus locais de trabalho?

As empresas, em suas iniciativas de conciliação, devem apoiar as necessidades de seus funcionários. A recepção do comércio eletrônico significou uma despesa inesperada para muitas empresas e edifícios de escritórios, e os serviços de correio de muitas empresas não são dimensionados para acumular ao longo do dia a quantidade de encomendas recebidas no comércio eletrônico; e muito menos para atender adequadamente as dezenas de pessoas que vão pegar seus pacotes no final do dia.

Como funciona o e-BOX?

Nossa solução consiste no registro e recebimento da referida parcela em nosso Sistema de Correio, que envia um código ao destinatário para coleta no cacifo correspondente quando o considerar, sempre dentro do horário de funcionamento do imóvel. É simples assim.

Onde eles estarão localizados?

Outra grande vantagem de nossa proposta é que, ao serem integrados aos processos de logística interna da propriedade, eles podem ser instalados nas instalações do cliente com as vantagens correspondentes: maior acessibilidade e mais segurança, pois evitam possíveis roubos e danos. Além disso, os armários são personalizáveis ​​com a imagem corporativa do cliente.

O que a GIO, sua plataforma de Gerenciamento Integral de Operações, contribui para tudo isso?

Os fluxos de comércio eletrônico estão totalmente integrados à logística do correio, ou nossa solução de e-Reception para propriedades menores, a partir da qual os processos de Recepção, Depósito e Cobrança são gerenciados, resolvendo de maneira simples e eficiente algo na qual uma ampla cadeia de suprimentos está envolvida. A GIO abrange todos os processos no campo da logística de documentos e logística de encomendas, sejam físicos ou digitais, e continua a crescer dia a dia, antecipando o que nossos clientes podem precisar

O e-BOX é outro exemplo da dualidade entre o físico e o digital que você defendem tanto na The Mail Company?

Absolutamente. A transformação em que estamos imersos requer a adaptação da maneira de gerenciar os fluxos de documentos e pacotes que as organizações recebem. Por um lado, o documentário flui digitalmente, valorizando seu conteúdo e liberando o cliente do ônus de manipulá-lo e acumulá-lo, com claras vantagens em termos de produtividade e economia de espaço, entre outros. Por outro lado, a chegada de encomendas pessoais, derivada de compras pela Internet e que está aumentando exponencialmente, requer o gerenciamento da parcela corporativa do pessoal de maneira diferenciada.

Mudando de assunto, há 18 meses eles lançaram o GIO-NEOS. Como está funcionando?

Bom Nossa solução fornece um serviço holístico através de uma combinação de ferramentas tecnológicas com uma operação especializada. Para automatizar a execução do monitoramento, acesso e download de notificações, a The Mail Company fornece a solução informática DMRTrackerNeos, desenvolvida internamente, que permite rastrear as notificações emitidas na sede integrada à nossa solução. Isso abrange todos os escritórios eletrônicos do ecossistema atual, podendo integrar qualquer nova sede de emissão em um curto espaço de tempo e com facilidade. Tudo isso sem esquecer que temos a única plataforma para gerenciar as regras de negócios dos clientes e garantir a distribuição interna segura através da nossa solução Digital Mail Service

Você também foi pioneiro na Espanha nos serviços do Digital Mail. O que falta para esses serviços finalmente entrarem no mercado?

Tempo e determinação por parte das empresas. As vantagens são inegáveis ​​e inumeráveis. Já gerenciamos uma dúzia de projetos e vários pilotos em grandes empresas. Temos certeza de que os próximos dois anos serão decisivos.

Você completam 20 anos em 2020, como mudaram de uma empresa de courier para um parceiro de TIC?

A tecnologia está nos permitindo fazer o mesmo, mas de uma maneira diferente, transformando o que era um serviço auxiliar percebido como de pouco valor para uma plataforma de comunicações que integra cada vez mais soluções interconectadas. Essa empresa é a paixão pelo que faz e sua vocação de servir, com a satisfação de ter vivido as circunstâncias e o compromisso de continuar sendo.